Busca avançada
Ano de início
Entree

Sensibilidade de Lactobacillus fementum e Saccharomyces cerevisiae isolados da fermentação alcoólica industrial a vários agentes antimicrobianos

Processo: 07/59061-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Pedro de Oliva Neto
Beneficiário:Ketrin Cristina da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Saccharomyces cerevisiae   Anti-infecciosos   Fermentação alcoólica   Lactobacillus fermentum   Contaminação

Resumo

A produção de álcool é um importante gerador econômico no país. Porém, a contaminação bacteriana é um dos grandes problemas enfrentados pela indústria alcooleira. Nesse cenário destacam-se as bactérias láticas, especialmente Lactobacillus fermentum, um dos contaminantes mais eficientes na produção de ácidos orgânicos, além de ser capaz de provocar a floculação do fermento. Como as alternativas para o controle bacteriano do processo são limitadas, a presente pesquisa visa testar a sensibilidade de Lactobacillus fermentum e Saccharomyces cerevisiae a alguns compostos determinando-se a Concentração Mínima Inibitória de cada um deles a partir do método da macrodiluição com algumas adaptações. Para cada composto serão realizadas três repetições, sendo que os resultados expressarão as suas médias. Dentre os compostos testados encontra-se o ácido nalidíxico, uma quinolona que impede a síntese de DNA bacteriano; o sulfato de gentamicina, que inibe a síntese protéica bacteriana; a nitrofurantoína, um agente que lesa o DNA bacteriano e o metronidazol, que gera compostos intermediários tóxicos às células bacterianas. Além desses agentes microbianos, destacam-se as sulfonamidas, fármacos de custo relativamente baixo e com ação antimicrobiana tanto contra bactérias Gram-positivas quanto Gram-negativas por inibirem o metabolismo bacteriano do folato e ainda sulfato de polimixina B e associações, fenazopíridina doridrato e ácido pipemídico, sendo que todos serão avaliados sobre a potencialidade de utilização no controle microbiano da fermentação alcoólica industrial. (AU)