Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação do DNA como molécula marcadora em estudos de processos de oxidação in vitro utilizando biossensores

Processo: 05/52979-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2005
Vigência (Término): 30 de setembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Lauro Tatsuo Kubota
Beneficiário:Lucilenedornelles Mello Martins
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/09923-2 - Desenvolvimento de tecnologia desportiva através de uma ação multidisciplinar, AP.PRNX.TEM
Assunto(s):Voltametria   Biomarcadores   DNA   Oxidação   Técnicas biossensoriais   Eletroquímica

Resumo

Este projeto de pós-doutorado tem por objetivo estudar o processo de oxidação in vitro envolvendo o DNA, que é uns das moléculas marcadoras mais importantes em estudos bioquímicos, utilizando para isto biossensores a base de DNA. O biossensor será aplicado na detecção de possíveis agentes responsáveis pelo dano à biomolécula, bem como na caracterização das propriedades pró e anti-oxidante de compostos fenólicos comumente presentes na dieta. O processo de oxidação será conduzido utilizando, inicialmente, radicais hidroxila (-OH) e os compostos fenólicos testados serão quercitina, catequina, ácido clorogênico e seu precursor o ácido cafeico. O sinal do biossensor (do DNA) será avaliado por meio das mudanças da eletroatividade das bases purinicas, guanina e eventualmente a adenina, medidas em potenciais próximos à +1V e + 1.27V vs Ag/AgCI. Também a formação no sistema, de um dos produtos de oxidação, como a 8-oxoguanina (8-oxo), um produto eletroativo, servirá como parâmetro auxiliar. O mecanismo envolvendo dano ao DNA será investigado por meio da interação DNA - agentes oxidantes (-OH) na presença / ausência de compostos fenólicos e DNA - composto fenólico, por meio de técnicas eletroquímicas como voltametria ou técnicas complementares com SPR (Ressonância de plasma de superfície). (AU)