Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos dos estimuladores biológicos no acúmulo de alcalóides indólicos e triterpenos pentacíclicos em cultura de células de Tabernaemontana catharinensis A.DC

Processo: 99/11073-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2000
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Paulo Sérgio Pereira
Beneficiário:Fabio Kiss Ticli
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas. Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Triterpenos pentacíclicos   Cultura de células   Apocynaceae

Resumo

O gênero Tabernemontana é bem conhecido pelo acúmulo de alcalóides indólicos. Estes alcalóides são responsáveis por muitas atividades farmacológicas, tais como: anti-leishmanicida, anti-bactericida, anti-tumoral, e também pela ação hipoglicêmicaí analgésica e cardiotônica. Além dos alcalóides a presença de alguns triterpenos pentacíclicos foram identificados em espécies de Tabernemontana. Recentemente, Pereira (1999) isolou e identificou 30 substâncias, sendo 13 alcalóides indólicos, 2 esteróides e 15 triterpenos pentacíclicos. Além deste-trabalho fitoquímico um estudo guiado por ensaios biológicos foi realizado, verificando a atividade antiofídica, anti-tumoral e tripanomicida. Revendo a literatura verificamos que algumas substâncias identificadas são de grande interesse farmacológico, tais como: Ácido botulínico: agente anti-HIV tipo 1, antiinflamatório, anti-malarial, anti-tumoral e anti-bactericida; Ácido oleanólico e Ácido ursólico: hepatoprotetor, anti-inflamatório, anti-tumoral, anti-hipérlipidêmico, anti-ulcera, anti-microbiano e anti-cariogênico; 12-Metoxi-4-metilvoacalotina: anti-ofídica. O desenvolvimento de sistemas de culturas de células permitirá a manipulação destes metabólitos. Com 4 base nas informações descritas anteriormente, propomo-nos a realizar experimentos com suspensões celulares de T. catharinensis utilizando estimuladores biológicos visando a susceptibilidade, concentração, tempo de exposição e o estágio em que o estimulador deve ser adicionado. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PAULO SÉRGIO PEREIRA; FÁBIO KISS TICLI; SUZELEI DE CASTRO FRANÇA; CAMILA MONIZ DE SOUZA BREVES; MIRIAM VERGINIA LOURENÇO. Enhanced triterpene production in Tabernaemontana catharinensis cell suspension cultures in response to biotic elicitors. Química Nova, v. 30, n. 8, p. 1849-1852, 2007.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.