Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo da eritropoese ferro-deficiente através de dois métodos de avaliação laboratorial

Processo: 08/03696-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2008
Vigência (Término): 30 de junho de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Elvis Terci Valera
Beneficiário:Milena Aparecida Coelho Ribeiro
Instituição-sede: Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Campus Ribeirão Preto. Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Deficiência de ferro   Anemia

Resumo

Introdução: a deficiência de ferro é a carência nutricional mais prevalente no mundo. Dentre as diversas situações resultantes da deficiência de ferro destaca-se a anemia ferropriva como um grave problema de Saúde Pública, particularmente nos países em desenvolvimento. São reconhecidas sub-populações de risco para a ocorrência de anemia ferropriva, em especial crianças e adolescentes, com grandes repercussões no desenvolvimento neste faixa etária. Estudos apontam para uma maior prevalência da anemia ferropriva nos primeiros dois anos de vida e na adolescência. Entretanto, pouco se conhece sobre a real prevalência desta condição em pré-escolares e escolares, bem como qual proporção destas crianças apresentam sinais precoces de deficiência de ferro sem a instalação da anemia propriamente dita. A avaliação das concentrações de ferritina sérica e do receptor solúvel de transferrina sérica são estratégias recentes para analisar o estado do ferro. Em associação a outros parâmetros hematológicos clássicos, acredita-se que estes testes possam fornecer uma estimativa mais precisa da eritropoese ferro-deficiente. Objetivo: Analisar e comparar a eficácia de dois métodos de avaliação da deficiência de ferro, ferritina sérica e receptor solúvel de transferrina, em crianças escolares e pré-escolares de uma Creche-Escola Pública do Município de Ribeirão Preto. Metodologia: estudo tipo transversal. Serão elegíveis por sorteio 60 pré-escolares (entre 2 e 5 anos) e 60 escolares (entre 5 e 9 anos) de ambos os sexos, que freqüentam a Instituição. Avaliação de anemia ferropriva pelos índices hemátimétricos (hemograma completo, ferro sérico e transferrina). Avaliação das reservas de ferro pela dosagem da ferritina sérica e do receptor solúvel da transferrina sérica pelo método de ELISA. Análise estatística: avaliação da normalidade da distribuição. Testes não paramétricos de Mann-Withney e Kuskal-Walis para associação entre as variáveis.