Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação da energia de ativação de misturas fabricadas com os micro-cimentos mc-20 e MC 30 através do método da maturidade

Processo: 08/58795-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Estruturas
Pesquisador responsável:Monica Pinto Barbosa
Beneficiário:Joao Ricardo da Silva Rotta
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil

Resumo

Este projeto está inserido dentro da pesquisa sobre a aplicação do Método da Maturidade na determinação experimental das propriedades mecânicas (fc, ft e Et) de concretos elaborados com cimentos de fabricação brasileira. Para a aplicação do Método da Maturidade se faz necessário a determinação da Energia Aparente de Ativação, calculada segundo 3 condições isotermicas diferentes. O Método da Maturidade apresenta-se com um tipo de ensaio não destrutivo que estima a resistência à compressão do concreto em função das temperaturas de cura, incorporando em seu conceito um parâmetro relacionado com a sensibilidade térmica do material, denominado Energia Aparente de Ativação (Ea). O método desenvolvido nos anos 50 (Saul, 1951), surgiu a partir da idéia de que a resistência adquirida pelo material é conseqüência das reações de hidratação do cimento. Como as velocidades destas reações químicas dependem diretamente da temperatura, a resistência do concreto poderia ser avaliada então a partir da determinação da temperatura do material. O Método da Maturidade vem sendo estudado por esse pesquisador desde 1999. Em 03/2002 iniciou-se a pesquisa sobre a determinação da energia de ativação dos cimentos nacionais com e sem incorporação de sílica ativa (Processo FAPESP 01/09372-0). Em 2004 iniciou-se a pesquisa sobre a influência da adição de super-plastificantes na determinação da Energia de Ativação de concretos fabricados com cimentos nacionais (Processo Fapesp Nº 04/00683-1). Recentemente estudou-se a incorporação do Metacaulim no concreto (Processo Fapesp 2007/50637-4). Incentivados em continuar a pesquisar sobre o tema em questão, propomos um novo plano de pesquisa de IC sobre a determinação da energia de ativação dos micro-cimentos nacionais, com e sem a incorporação de aditivos super-plastificantes à argamassa. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.