Busca avançada
Ano de início
Entree

Novas ferramentas automatizadas para avaliação neuropsicológica: processos cognitivos de tipo social e correlatos cerebrais

Processo: 09/54837-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2010
Vigência (Término): 25 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Geraldo Busatto Filho
Beneficiário:Alvaro Machado Dias
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Testes neuropsicológicos   Desenvolvimento de software   Teoria da mente   Cognição social

Resumo

A neurociência social é um novo campo de estudos, que vem recebendo atenção crescente da comunidade científica. Ainda que as demandas do campo sejam várias, poucas se fazem mais proeminentes do que a necessidade de testes neuropsicológicos quantitativamente fundamentados e a condução de experimentos com neuroimagens voltados à caracterização dos correlates cerebrais das diferenças de desempenho cognitivo de tipo social, escorados em tais instrumentos. Objetivo: Este projeto visa o desenvolvimento e a validação de dois novos testes (e suas respectivas variações para teste/reteste) computadorizados, voltados à avaliação de processos cognitivos de tipo social (N=300) e a realização de um experimento piloto com neuroimagem, voltado à avaliação preliminar dos correlates cerebrais das diferenças de desempenho cognitivo de tipo social em 16 jovens de 12-13 anos de idade, sem histórico psiquiátrico ou neurológico. Método: Os testes se dividem em 'teste de memória de trabalho de estímulos sociais' e 'teste não declarativo de Teoria-da-Mente'; ambos se escoram no uso de figuras com forte apelo gráfico, implementadas em softwares que rodarão desde o navegador (construídos fundamentalmente com PHP e Java). O experimento com neuroimagem seguirá o protocolo padrão para experimentos desta natureza, conduzidos no Laboratório de Neuroimagem em Psiquiatria LIM-21, vinculado aos Departamentos de Psiquiatria e Radiologia da FMUSP. Resultados esperados: Os testes deverão propiciar a inédita possibilidade de se classificar desempenhos cognitivos de tipo social. O experimento com neuroimagem deverá abrir uma nova seara investigativa no campo da neurociência social. (AU)