Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de leucotrienos sobre a atividade fungicida de monócitos humanos contra o Paracoccidioides Brasiliensis

Processo: 08/05470-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2008
Vigência (Término): 31 de outubro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Angela Maria Victoriano de Campos Soares
Beneficiário:Cibele Ferrari
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Paracoccidioides brasiliensis

Resumo

O Paracoccidioides brasiliensis é um fungo dimórfico, agente etiológico da paracoccidioidomicose, a mais importante micose sistêmica da América Latina. A imunidade inespecífica ou inata apresenta grande importância no combate a esse fungo. Dentre os vários mecanismos envolvidos nesta resposta, os representados pelas células fagocitárias desempenham papel central na resistência contra esse patógeno, com destaque para a participação na reação inflamatória e na atividade fungicida. Estas funções, no entanto, dependem de mecanismos de ativação dessas células, gerados pela interação com o próprio fungo ou com fatores da resposta imune inespecífica e específica, como a produção de citocinas. No entanto, mediadores farmacológicos derivados do metabolismo do ácido araquidônico, como os leucotrienos (LTs) também poderiam exercer um importante efeito modulador, uma vez que vários trabalhos mostram claramente a importância desses mediadores na modulação da resposta imune inata contra diversas infecções atuando principalmente sobre as células fagocitárias. Dentro deste contexto, tivemos interesse em avaliar o efeito dos leucotrienos sobre a atividade de monócitos humanos desafiados in vitro com o P. brasiliensis.