Busca avançada
Ano de início
Entree

O violão instrumental brasilerio na era do rádio: Dilermando Reis, Garoto e Antonio Rago

Processo: 09/06372-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História
Pesquisador responsável:Paulo Augusto Castagna
Beneficiário:Sérgio Estephan
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo , SP, Brasil

Resumo

A música brasileira das décadas de 1930, 40 e 50, teve no rádio o seu principal veículo de divulgação e produção. Da mesma forma, foi no rádio que os principais nomes do violão instrumental brasileiro desenvolveram suas atividades, tais como Dilermando Reis e Anibal Augusto Sardinha, o Garoto - na rádio Nacional do Rio de Janeiro -, e Antônio Rago em diversas rádios de São Paulo. Este projeto de pesquisa busca justamente analisar a produção musical destes violonistas, a luz da atividade radiofônica do Rio de Janeiro, particularmente da Rádio Nacional - portanto uma emissora estatal -, e também da radiofonia paulista, a partir da atuação do violonista Antônio Rago, que atuou em diversas emissoras, inclusive na rádio Tupi, pertencente aos Diários Associados de Assis Chateaubriand, que, em 18 de setembro de 1950, inauguraram a televisão no Brasil, através do início das transmissões da TV Tupi de São Paulo, com a participação de diversos artistas, inclusive do próprio Antônio Rago.