Busca avançada
Ano de início
Entree

WebLab de Engenharia Química e bioquímica: experimento de fermentação alcoólica

Processo: 08/03239-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2008
Vigência (Término): 30 de junho de 2009
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Antonio José Gonçalves da Cruz
Beneficiário:Gabriel de Castro Fonseca
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Fermentação alcoólica   Saccharomyces cerevisiae   Simulação por computador

Resumo

Laboratórios de acesso em tempo real, denominados de WebLabs ou i-Labs, são aparatos experimentais que podem ser remotamente acessados e/ou controlados através da Internet a partir de um programa navegador (web browser). Este trabalho terá por objetivos: * Implementar no programa LabVIEW um simulador do experimento de fermentação alcoólica para acompanhar a concentração de células, de glicose e etanol formados durante o processo. O simulador também irá estimar, a partir da estequiometria e da cinética da reação e das condições iniciais fornecidas (concentrações iniciais de célula, glicose e etanol) o número de mols de dióxido de carbono (CO2) produzido e o aumento da pressão em cilíndrico hermético (volume conhecido) mantido a temperatura constante. A pressão medida em tempo real no tubo cilíndrico durante os experimentos reais será a base para o WebLab a ser implementado, ou seja, estimar a quantidade de etanol formado a partir da pressão medida. O simulador desenvolvido será disponibilizado na página do grupo de pesquisa na Internet; * Realizar experimentos em aparato experimental disponível no Laboratório do DEQ/UFSCar para obter dados complementares do experimento de fermentação alcoólica em reator de 2 litros de volume útil; * Implementar o WebLab desse experimento através da instalação de acessórios de medida (temperatura e pressão) e desenvolvimento no programa LabVIEW, validando-o através de experimentos via Internet convencional e rede KyaTera. (AU)