Busca avançada
Ano de início
Entree

Bioestimulação da proteína de membrana Na,K-ATPase por laser de baixa intensidade: propriedades estruturais e conformacionais por SAXS, Cd, fluorescência e microscopia óptica

Processo: 08/09757-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Rosangela Itri
Beneficiário:Leandro Ramos Souza Barbosa
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/51598-7 - Terapia fotodinâmica: aspectos físicos, bioquímicos e clínicos, AP.TEM
Assunto(s):Azul de metileno   Espalhamento de raios X a baixos ângulos   Terapia fotodinâmica

Resumo

Nesse projeto de pesquisa centramos nossos estudos na influência estrutural sofrida pela proteína de membrana Na,K-ATPase pré e pós irradiação por laser de baixa intensidade em ausência e presença de moléculas Fotossensibilizadoras. A Na,K-ATPase é a proteína responsável pela "bomba de Sódio-Potássio", que é o mecanismo que regula as concentrações iônicas de Na+ e K+ no citoplasma celular, através da hidrólise do ATP. Em um trabalho recente, Santos e col. (2007) evidenciaram que a Na,K-ATPase tem sua atividade aumentada quando irradiada por laser de baixa intensidade. Embora este efeito seja incontestável, seu mecanismo de atuação ainda não foi compreendido. Portanto, este projeto de pesquisa tem como objetivo estudar a influência estrutural na proteína Na,K-ATPase, em diferentes sistemas biomiméticos, pré e pós irradiação por laser de baixa intensidade. Em uma etapa subseqüente, estudaremos também a influência de moléculas fotossensibilizadoras na estrutura e atividade da proteína. Para tanto utilizaremos algumas técnicas de caracterização estrutural de proteínas, como por exemplo, Dicroísmo Circular, Fluorescência, Microscopia Óptica e Espalhamento de Raios-X a Baixos Ângulos (SAXS). Utilizaremos, basicamente, três sistemas biomiméticos de membrana: surfactantes não-iônicos, vesículas de DPPC:DPPE, e também a membrana natural da célula (obtida da medula interna de rim)). Acreditamos que este projeto possa trazer novos insights sobre a interação de laser de baixa intensidade com sistemas biológicos, assim como maiores informações acerca da interação de moléculas fotossensíveis utilizadas na terapia fotodinâmica (PDT).