Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de dois métodos de citologia conjuntival em gatos

Processo: 09/08363-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2009
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Cristiane dos Santos Honsho
Beneficiário:Flávia Aparecida dos Santos
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Oftalmologia veterinária   Gatos   Conjuntiva

Resumo

Propõem-se comparar as técnicas citológicas de abrasão com escova e a de impressão com transferência, em gatos, quanto à facilidade de colheita e confecção das lâminas, seu resultado final na preservação da morfologia e evidenciação de estruturas celulares. Idealizaram-se quatro grupos experimentais, compostos por 10 gatos: Grupo 1 - grupo controle; animais com ausência de afecções oculares ou patologias sistêmicas que promovam alterações oculares secundárias. A colheita das amostras conjuntivais, por método de abrasão com escova, será realizada no olho direito. Grupo 2 - grupo controle; animais com ausência de afecções oculares ou patologias sistêmicas que promovam alterações oculares secundárias. A colheita das amostras conjuntivais, por método de impressão com transferência, será realizada no olho esquerdo. Grupo 3: grupo de animais com sinais de conjuntivite não decorrente de alterações anatômicas em pálpebras ou cílios. A colheita das amostras conjuntivais, por método de abrasão com escova, será realizada no olho direito. Grupo 4: grupo de animais com sinais de conjuntivite não decorrente de alterações anatômicas em pálpebras ou cílios. A colheita das amostras conjuntivais, por método de impressão com transferência, será realizada no olho esquerdo. O material colhido será distribuído, cuidadosamente, sobre lâminas de vidro para realização dos esfregaços e, posteriormente, fixados e corados pelo papanicolau. O produto final das lâminas será avaliado pela observação direta, por microscopia óptica, da preservação da morfologia celular, presença de artefatos, evidenciação de estruturas celulares, quantidade de material colhido e, posteriormente, cotejado entre os grupos. Ainda, comparar-se-á a facilidade quanto à colheita de material para os dois métodos propostos.