Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do metabolismo de primeira fase de derivados do ergot utilizados no tratamento da Doença de Alzheimer

Processo: 05/04792-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2006
Vigência (Término): 31 de março de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Gilberto de Nucci
Beneficiário:Beatriz Bicalho
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Alzheimer   Metabolismo

Resumo

Os alcalóides do ergot são substâncias farmacologicamente ativas produzidas por fungos fitopatogênicos do gênero Claviceps. Adicionalmente aos produtos de ocorrência natural, diversos derivados semi-sintéticos, quimicamente mais estáveis, também são de interesse terapêutico. Dentre estes, a diidroergotoxina (DHET), resultante da higrogenação catalítica da ergotoxina (ergocornina, ergocristina, α-ergocriptina, β-ergocriptina), é tradicionalmente utilizada no tratamento de disfunções cognitivas do tipo Alzheimer. Entretanto, apesar do uso consagrado, diversos aspectos sobre o metabolismo destas substâncias são superficialmente conhecidos. Parâmetros farmacocinéticos preliminares, obtidos por radioimunoensaio, mostram que a DHET, após administração oral, sofre intenso efeito de primeira passagem. Diante disto, a determinação individual dos respectivos metabólitos tornou-se imprescindível a uma melhor definição de biodisponibilidade e farmacocinética dos componentes da DHET, visto que há uma tendência de substituição gradual do uso da mistura de alcalóides por um único ativo de interesse. Atualmente, a cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas/massas é a técnica analítica mais adequada, em termos de sensibilidade, especificidade e capacidade de “throughput”, à determinação simultânea de substâncias análogas (fármacos e metabólitos). Esta abordagem requer o conhecimento prévio dos analitos a serem monitorados, mas em se tratando dos metabólitos da DHET, a literatura existente é pouco informativa. Assim, o propósito deste projeto é o de contribuir para o preenchimento desta lacuna, aplicando modelos de metabolização hepática in vitro e técnicas de espectrometria de massas à caracterização química de metabólitos e obtenção de parâmetros de cinética enzimática. As atividades serão iniciadas com o estudo do metabolismo do alcalóide diidroergocristina. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BICALHO‚ B.; GIOLO‚ J.M.; LILLA‚ S.; DE NUCCI‚ G. Identification and human pharmacokinetics of dihydroergotoxine metabolites in man: preliminary results. BIOPHARMACEUTICS & DRUG DISPOSITION, v. 29, n. 1, p. 17-28, 2008.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.