Busca avançada
Ano de início
Entree

Variações morfológicas no sistema lagunar Cananéia-Iguape associadas à abertura do Valo Grande

Processo: 08/09507-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2009
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Geológica
Pesquisador responsável:Michel Michaelovitch de Mahiques
Beneficiário:Diana Melo Italiani
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Antropia   Deposição de sedimentos

Resumo

O sistema estuarino-lagunar de Cananéia-Iguape, localizado no sul do estado de São Paulo, encerra um complexo de canais, associados a uma planície costeira, cuja evolução data dos eventos transgressivo-regressivos do Quaternário superior e cujos processos sedimentares atuais parecem ter sido dramaticamente alterados em função da atividade antrópica, nos últimos 150 anos. Não obstante, este sistema é considerado como reserva da biosfera, pela UNESCO, por situar-se entre os mais complexos, diversos e preservados ecossistemas de transição, entre os ambientes, continental e marinho, existentes no planeta. Uma análise prévia de documentos cartográficos, dos últimos 100 anos (Commissão Geographica e Geologica do Estado de S. Paulo, 1914; Freitas, 2005; Nascimento Jr et al., 2008) revela que, após a abertura do Valo Grande, houve uma enorme intensificação no processo sedimentar de parte do sistema lagunar, em função, não somente da erosão das margens mas, também, por conta do aporte de sedimentos pelíticos, originalmente transportados para a plataforma continental adjacente à desembocadura do Valo Grande. Neste sentido, pode-se afirmar que, por conta da abertura do Valo Grande, formou-se uma feição deltaica intra-lagunar, cuja morfologia é, ainda, desconhecida. O objetivo do presente projeto de Iniciação Científica é o estudo da variabilidade morfológica (linha de costa e batimetria), ocorrida no sistema estuarino-lagunar de Cananéia-Iguape, no trecho sob influência direta do Valo Grande, correspondendo ao, aqui chamado, Delta do Valo Grande. (AU)