Busca avançada
Ano de início
Entree

Genômica funcional de dois membros (vgr/lpr) da superfamília dos receptores LDL em Apis mellifera

Processo: 05/04734-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2006
Vigência (Término): 09 de fevereiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Zilá Luz Paulino Simões
Beneficiário:Karina Rosa Guidugli Lazzarini
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Receptores de LDL   Vitelogeninas   Apis mellifica

Resumo

O sucesso reprodutivo das espécies ovíparas depende da incorporação de nutrientes pelos ovócitos em crescimento. A adequada incorporação e estocagem de nutrientes para a formação do vitelo representam a garantia do desenvolvimento embrionário, uma vez que os constituintes do mesmo são utilizados na construção dos tecidos do futuro indivíduo. Neste sentido, os receptores da vitelogenina (VgRs) desempenham uma função primordial no desenvolvimento dos ovócitos mediando a endocitose da vitelogenina (Vg), principal proteína do vitelo. Apesar da importância do VgR, o conhecimento sobre sua expressão e regulação, particularmente nos insetos, é pequeno quando comparado ao de seu ligante, Vg. Especialmente em Apis mellifera, houve um grande progresso no conhecimento sobre a Vg no que se refere a sua caracterização molecular, expressão e desempenho de novas funções. No entanto, os dados descritos na literatura sobre o VgR de A. mellifera são escassos e referem-se apenas a detecção de sua proteína (205 kDa) em ovários de rainhas e em glândulas hipofaríngeas de operárias. Assim, pouco se sabe sobre as interações entre Vg/VgR e os mecanismos de transporte da Vg nas abelhas A. mellifera. Desta forma, o presente projeto tem como objetivos: clonar o gene que codifica o VgR de A. mellifera, bem como estudar a expressão e regulação do VgR em ambas as castas e sexos. Como ferramentas para avaliação dos níveis de transcritos utilizaremos RT-PCR semi-quantitativa, PCR quantitativa em tempo real e a tecnologia dos microarrays. Além destas metodologias, empregaremos a técnica de RNA de interferência (RNAi) para a obtenção de dados sobre a função, regulação e influência do VgR sobre a expressão de outro membro dos receptores da superfamília LDL (receptor da lipoforina: LpR). Certamente, os resultados que serão obtidos sobre a caracterização molecular e expressão do VgR possibilitará uma maior compreensão não só da reprodução, como também de todos os outros processos biológicos em que a Vg das abelhas A. mellifera está envolvida.