Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso da genômica funcional no estudo da modulação do hormônio juvenil identificação e perfil de expressão de ortólogos de genes que codificam proteínas de ligação a este hormônio em abelhas Apis..

Processo: 06/00662-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2006
Vigência (Término): 30 de junho de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Zilá Luz Paulino Simões
Beneficiário:Adriana Mendes Do Nascimento
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Interferência de RNA   Desenvolvimento   Hormônio juvenil em insetos   Apis mellifica   Expressão gênica

Resumo

O hormônio juvenil (HJ) é um composto que governa uma série de eventos biológicos em insetos. Ele regula a embriogênese, mantém o status quo da larva durante o desenvolvimento pós-embrionário e estimula a maturação da forma. As oscilações nos títulos de HJ circulante são controladas por mecanismos de síntese e secreção, degradação e transporte. O HJ é transportado através da hemolinfa, do local de síntese para os tecidos-alvo por uma proteína de ligação que protege as moléculas de HJ da hidrólise por esterases. Embora a função biológica do HJ na regulação do desenvolvimento e reprodução, assim como a regulação dos títulos desse hormônio, sejam tópicos bem estudados, as bases moleculares dos mecanismos de ação do HJ ainda são praticamente desconhecidas. Estudos recentes têm demonstrado que além de transportar, as proteínas de ligação ao HJ podem estar implicadas em mecanismos de ação desse hormônio, via transdução de sinal e possivelmente, na regulação de sua própria expressão.O seqüenciamento do genoma completo de Apis mellifera vem facilitar e acelerar o estudo da função gênica, através da caracterização funcional de ortólogos nesse inseto de grande importância econômica. Analisando-se as seqüências disponibilizadas pelo genoma, nós selecionaremos genes possivelmente relacionados à modulação dos títulos de HJ. Esses genes serão identificados com base no grau de identidade com outros insetos e na presença de domínios de ligação ao HJ. Uma vez clonados, esses genes serão estudados experimentalmente em abelhas Apis mellifera, analisando-se o perfil de expressão ao longo do desenvolvimento pós-embrionário de operárias, através de RT-PCR. Com base nos perfis de expressão, um dos genes será escolhido para análises adicionais, através de silenciamento gênico pelo RNA de interferência (RNAi); tratamento hormonal; expressão in vitro da proteína recombinante e testes de ligação da proteína ao HJ.