Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do valor da tomografia computadorizada por emissão de pósitrons na avaliação da resposta do adenocarcinoma do reto e radioterapia e quimioterapia neoadjuvante

Processo: 07/51069-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Angelita Habr-Gama
Beneficiário:Rodrigo Oliva Perez
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Quimioterapia   Radioterapia   Neoplasias colorretais

Resumo

O emprego de radioterapia e quimioterapia (CRT) neo-adjuvante no tratamento de câncer do reto distal tem resultado em maiores taxas de preservação esfincteriana, melhor controle local da doença e maior sobrevida quando comparada à terapia adjuvante. Além disso, a CRT neo-adjuvante pode levar a uma regressão do tumor primário resultando em um "down-staging" do tumor. A regressão do tumor pode ser completa em até 10% desses pacientes que não necessitariam de cirurgia imediata. Pacientes com regressão completa do tumor determinada por exames minuciosos após termino da CRT (resposta clinica completa) têm sido submetidos a um programa rigoroso de seguimento clínico sem ressecção radical imediata com excelentes resultados. Um dos grandes desafios desta nova estratégia terapêutica sem cirurgia imediata para o câncer do reto distal reside no método não invasivo de determinação do grau de regressão tumoral após o tratamento com CRT neo-adjuvante. Idealmente, procura-se obter um método que seja capaz de identificar a presença de focos microscópicos de tumor residual ou da ausência de células neoplásicas com alta sensibilidade e especificidade e assim auxiliar na decisão terapêutica após o termino da CRT. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa:
Na ordem inversa