Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo do efeito in vitro de própolis verde e extrato de Baccharis dracunculifolia sobre o potencial acidogênico e a viabilidade celular de Streptococcus mutans

Processo: 04/09510-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2005
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise e Controle de Medicamentos
Pesquisador responsável:Augusto César Cropanese Spadaro
Beneficiário:Viviane Keiko dos Santos Kawata
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cárie dentária   Baccharis dracunculifolia   Streptococcus mutans

Resumo

O microrganismo Streptococcus mutans desempenha importante papel no processo de formação da cárie dental através de três fatores principais: a síntese de glucanas que favorecem a adesão bacteriana na superfície dos dentes, a produção de ácidos orgânicos pela fermentação de carboidratos, que provoca desmineralização do esmalte dental e início do processo de erosão dos dentes e a capacidade de proliferar em biofilme dental extremamente ácido. A própolis é um produto natural que pode prevenir o processo de formação da cárie dental. No Brasil, Baccharis dracunculifolia DC (Asteraceae), uma espécie vegetal nativa, é a principal matéria-prima utilizada por abelhas para a produção da própolis verde. Por outro lado, até o momento não foi demonstrando se B. dracunculifolia (Bd) possui um efeito anticariogênico equivalente ao da própolis verde. No presente projeto, propomos realizar um estudo comparativo dos efeitos de extratos de própolis verde e B. dracunculifolia sobre dois fatores cariogênicos de S. mutans: potencial ácido gênico bacteriano e o crescimento celular (atividade antibacteriana e estabelecimento da concentração inibitória mínima). A obtenção de resultados que confirmem a eficácia terapêutica dos extratos de B. dracunculifolia para os parâmetros avaliados contribuirá para a ampliação do banco de dados desta espécie, ainda pouco explorada, incentivando o seu emprego em formulações de uso odontológico de maneira similar à própolis verde. (AU)