Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação dos níveis de hemocisteina plasmática na população de São Paulo - a homocisteína como fator de risco para doenças cardiovasculares

Processo: 98/12887-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 1999
Vigência (Término): 31 de agosto de 2000
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Vânia D'Almeida
Beneficiário:Carolina Do Amaral Terzi
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Doenças cardiovasculares   Fatores de risco

Resumo

O reconhecimento de que níveis aumentados de homocisteina plasmática estão relacionados com doenças cardiovasculares permitem hoje em dia que as populações em risco sejam identificadas e que programas de prevenção sejam estabelecidos. O objetivo deste projeto é traçar o perfil da população de São Paulo com relação aos níveis de homocisteina plasmática, realizando um estudo do tipo caso-controle de forma a estabelecer se a homocisteina em nossa população pode ser utilizada como marcador pára indivíduos em risco de desenvolver esse tipo de doença. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.