Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da inativação dos núcleos mediano e dorsal da rafe sobre a neuroquímica de ratos submetidos a diferentes testes comportamentais

Processo: 00/12213-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2001
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Telma Goncalves Carneiro Spera de Andrade
Beneficiário:Elizabethe Cristina Borsonelo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Serotonina   Núcleo dorsal da rafe   Teste de nado forçado   Labirinto em cruz elevado   Neuroquímica

Resumo

Tendo como fundamento teórico a hipótese apresentada por Deakin & Graeff (1991) estamos propondo no presente estudo avaliar a neuroquímica (níveis endógenos de serotonina, 5-HIAA, nor-adrenalina e dopamina) em diferentes estruturas cerebrais (hipocampo, córtex frontal, amígdala, estriado, hipotálamo, NDR ou NMR) de animais submetidos a dois tipos de lesão dos dois núcleos da rafe, NMR e NDR (eletrolítica e neurotóxica) e de animais submetidos ao tratamento farmacológico (NDR e NMR) com um agonista de receptor 5-HT1A, 8-OH-DPAT, após exposição a três modelos animais de ansiedade e depressão: Labirinto em Cruz Elevado, Labirinto em T elevado e Teste do Nado Forçado. Assim utilizaremos ratos machos Wistar com peso médio de 200g no início das sessões experimentais. Os dados serão analisados através da ANOVA. Quando houver interação significativa ou fronteiriça, compararemos o efeito da lesão entre os grupos (falso-operados e experimentais) através do teste de Duncan. Em todos os casos, um valor de p igual ou inferior a 0,05 será considerado significativo. (AU)