Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão gênica mediada por promotores induzidos pela planta hospedeira no agente do cancro cítrico Xanthomonas axonopodis pv.citri

Processo: 05/51396-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2005
Vigência (Término): 30 de junho de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Julio Cezar Franco de Oliveira
Beneficiário:Tiago Rinaldi Jacob
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/02006-7 - Genoma funcional do cancro cítrico: estudo de interações patógeno-planta, AP.JP
Assunto(s):Genômica funcional   Promotores   Virulência   Expressão gênica

Resumo

Com o advento do seqüenciamento total do genoma da bactéria fitopatogênica Xanthomonas axonopodis pv. citri (Xac), abriu-se a possibilidade de uma nova estratégia para o estudo da função de genes em larga escala, que está sendo chamada de "Genômica Funcional". Foi caracterizado no genoma da Xac, causadora do cancro cítrico, uma seqüência consenso de nucleotídeos (TTCGC...N15...TTCGC), que tem sido caracterizada em outros fitopatógenos bacterianos como elemento promotor capaz de induzir a expressão de genes relacionados à patogenicidade e virulência na presença da planta hospedeira, denominado PIP box (Pant-Inducible-Promoter box). Numa primeira etapa realizamos: mapeamento das seqüências PIP no genoma da Xac; recuperação das seqüências codificadoras (ORFs) possivelmente reguladas por estes elementos cis-ativadores; confecção de uma membrana contendo um macroarranjo destas ORFs; e hibridação de sondas referentes às sequências expressas em Xac não-infectante (controle) e Xac infectante. Desta forma, pudemos identificar cinqüenta e seis genes da Xac expressos diferencialmente no contato com a planta hospedeira. Baseando-se nos resultados preliminares já obtidos, os objetivos deste projeto são: a validação dos resultados de macroarranjos utilizando a técnica de PCR semi-quantitativa por transcrição reversa (RT-PCR); a realização de ensaios de expressão de gene repórter (GUS) para avaliação da funcionalidade dos promotores PIP associados aos genes diferencialmente expressos. (AU)