Busca avançada
Ano de início
Entree

Processamento de graos de milho e adequacao proteica em racoes para bovinos em terminacao - desempenho animal e digestibilidade de nutrientes.

Processo: 07/58276-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Flávio Augusto Portela Santos
Beneficiário:Alexandre Mendonça Pedroso
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Proteínas   Confinamento   Bovinocultura de corte

Resumo

A finalidade deste projeto é avaliar o efeito de diferentes níveis de proteína degradável no rúmen (PDR), na forma de uréia, em rações à base de grãos de milho processados de diferentes formas, moagem grosseira (MMG), moagem fina (MMF) e ensilagem de grãos (MAU), sobre o desempenho de machos não castrados da raça Nelore terminados em confinamento. Também serão avaliadas as digestibilidade dos nutrientes e o valor energético dos grãos de milho processados das diferentes formas. Serão realizados 4 experimentos, sendo 2 no primeiro ano e 2 no segundo ano do projeto. Nos experimentos 1 a 3 serão avaliados 4 níveis de inclusão de uréia (0,0; 0,5; 1,0 e 1,5% da MS total) em dietas ricas em concentrado, contendo grãos de milho processados de diferentes formas como suplemento energético principal. No experimento 1 serão utilizados grãos de milho submetidos à moagem grosseira (MMG), no experimento 2 serão utilizados grãos de milho submetidos à moagem fina (MMF), e no experimento 3 serão utilizados grãos de milho ensilados (MAU). Os experimentos terão início em janeiro de 2008, com duração de 90 dias cada. Serão utilizados 100 machos Nelore em cada experimento, mantidos em instalação de confinamento experimental. Serão avaliados o consumo de MS, ganho de peso, a eficiência alimentar dos bovinos, a digestibilidade de nutrientes e as características quantitativas e qualitativas de carcaça. Através dos dados de Ingestão de Matéria Seca (IMS) e Ganho de Peso Diário (GPD) obtidos nos experimentos, serão calculados os valores de energia liquida das rações, que serão comparados com os valores obtidos através dos ensaios de digestibilidade e com os valores obtidos através da metodologia de Weiss et al. (1992). Ao final dos 3 experimentos será realizado um ensaio adicional para comparar a digestibilidade in vivo dos grãos de milho processados entre dois grupos raciais, adotando-se os tratamentos que produzirem os melhores resultados em cada um dos experimentos anteriores, incluindo-se um tratamento com milho floculado (MFL), utilizando 20 tourinhos Nelore e 20 tourinhos Canchim. (AU)