Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial alelopático de folhas de Esenbeckia leiocarpa Engl. (Rutaceae) sobre a germinação e o crescimento de espécies nativas

Processo: 08/10716-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Flaviana Maluf de Souza
Beneficiário:Vinícius Henrique de Oliveira
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Ecofisiologia vegetal   Germinação de sementes   Produção de mudas   Crescimento vegetal   Alelopatia

Resumo

Este projeto vincula-se ao projeto "Efeitos da presença de Esenbeckia leiocarpa Engl. (Rutaceae) sobre o desenvolvimento de plântulas de espécies nativas" (Auxílio à Pesquisa FAPESP - Processo no: 2008/06131-1) e tem como objetivo testar hipóteses sobre o efeito de extratos de folhas de E. leiocarpa, coletadas nas estações seca e chuvosa, sobre a germinação e crescimento de plântulas de E. leiocarpa e de outra espécie nativa, que será selecionada conforme critérios pré-estabelecidos no referido projeto. Folhas adultas de E. leiocarpa serão coletadas em um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual - Reserva Municipal de Santa Genebra, Campinas, SP. Serão preparados extratos aquosos das folhas em sete diferentes concentrações, além de dois controles, um com água destilada e outro com solução de Polietilenoglicol 6000 para avaliar efeitos do potencial osmótico sobre a germinação. O bioensaio de germinação será conduzido a 27oC ± 1oC e fotoperíodo de 12h; a velocidade e porcentagem de germinação serão avaliadas diariamente. O desenvolvimento das plântulas será acompanhado até a emergência da gema da segunda folha não-cotiledonar (ou do segundo par de folhas, caso sejam opostas). As plântulas serão classificadas como "normais" (com registro do comprimento da raiz e parte aérea) ou "anormais". Embora haja poucos estudos sobre os efeitos alelopáticos de espécies arbóreas tropicais, eles são importantes para compreender as interações de plantas e seu papel na dinâmica florestal, além de gerar informações sobre a auto-ecologia de E. leiocarpa, que se encontra na lista de espécies ameaçadas ("vulnerável"). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.