Busca avançada
Ano de início
Entree

Briófitas permianas da Bacia do Paraná

Processo: 07/04534-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Paleobotânica
Pesquisador responsável:Fresia Soledad Ricardi Torres Branco
Beneficiário:Isabel Cortez Christiano de Souza
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Permiano   Briófitas   Bacia do Paraná

Resumo

O principal objetivo desta pesquisa é o estudo de fitofósseis de briófitas encontrados nas rochas sedimentares da formação Teresina no estado do Paraná (Pedreira de Rio Preto - Estrada Irati – Guaramirim), depositadas total ou parcialmente durante o Guadalupiano - Lopingiano. A sistemática e a comparação dos fitofósseis será realizada com base em caracteres morfológicos e anatômicos. O estudo de fósseis desse grupo de plantas durante o Permiano Superior é muito interessante, uma vez que nesse período foi experimentado um incremento da aridez em nível global e os fósseis de vegetais são bastante escassos tanto na bacia do Paraná como em outras bacias do Gondwana e do planeta. Foi este um período de intensas mudanças climáticas que suscitaram migrações e a diversificação de novas linhagens gimnospérmicas, bem como deslocamentos paleogeográficos devido à tectônica de placas. Os fitofósseis são pertencentes à paleoflora de Glossopteris na bacia do Paraná, a qual pode ser caracterizada, até o momento, pela presença de vários gêneros de gimnospermas, pteridófitas, esfenófitas, além de algumas licófitas e briófitas. Em relação aos dois últimos grupos, poucos estudos foram lançados na literatura, quando comparados com o volume de trabalhos publicados acerca das gimnospermas. A boa preservação dos exemplares permitirá desenvolver estudos mais acurados, a partir dos quais poderão ser realizadas inferências mais precisas a respeito de seus hábitats, bem como da tafonomia do depósito onde é encontrado.