Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise comparativa da percepção ao ruído em zonas de baixo, médio e alto nível de poluição sonora e de seus efeitos sobre a comunidade na área central de Rio Claro - SP

Processo: 06/58388-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 30 de novembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Rosana Maria Caram
Beneficiário:Adriano Bressane
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Rio Claro (SP)   Percepção sonora   Ruído urbano

Resumo

Tem crescido a percepção de que a poluição sonora está entre as graves formas de agressão ao ambiente e ao homem nele inserido. Considerado questão de saúde pública desde o Congresso Mundial sobre Poluição Sonora, em 1989, o ruído está entre as maiores preocupações da sociedade moderna como um dos principais responsáveis por inúmeros prejuízos à qualidade de vida em centros urbanos. Nesse sentido, o estudo proposto visa analisar o ruído ambiental na área urbana central do município de Rio Claro (SP), na qual foram selecionadas três zonas acusticamente distintas, gerando indicadores que permitam avaliar a percepção da sociedade quanto ao fenômeno da poluição sonora e seus efeitos sobre o cotidiano, a saúde, especulação imobiliária, entre outros aspectos sociais e econômicos. Para isso, serão implementadas estratégias de análise relativas à aplicação de questionários e realização de entrevistas com os munícipes, além de pesquisas documentais, visando a obtenção de informações e dados representativos necessários aos tratamentos estatísticos posteriores. Estudos dessa natureza têm permitido identificar a causa de diversos conflitos quanto ao uso e ocupação do solo urbano. Logo, espera-se que os resultados pretendidos beneficiem diretamente a sociedade no controle da qualidade ambiental. (AU)