Busca avançada
Ano de início
Entree

Analise da dieta de satanoperca pappaterra (heckel, 1840) e serrapinnus notomelas (eigenmann, 1915) em lagoas marginais do reservatorio de rosana (rio paranapanema, sp/pr)

Processo: 07/02516-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2007
Vigência (Término): 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Marcos Gomes Nogueira
Beneficiário:Henrique Santos Gonçalves
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Limnologia   Reservatórios   Ictiofauna   Zooplâncton

Resumo

Este estudo faz parte de um projeto mais amplo que visa avaliar a importância das lagoas marginais para os processos de recrutamento da ictiofauna (juvenis e espécies de pequeno porte) do reservatório de Rosana, rio Paranapanema (SP/PR). Inicialmente foi feita a análise da distribuição dos organismos (c.a. 3800 indivíduos – 42 espécies) amostrados em diferentes tipos de lagoas (3 naturais e uma artificial) e calha principal do reservatório e a relação com as variáveis limnológicas (Feitosa, 2007; Feitosa & Nogueira, em preparação). Os trabalhos de campo foram feitos durante entre 2004 e 2006 (total de 8 coletas). As coletas foram feitas com de rede de arrasto (0,3cm entre nós), tanto nas margens das lagoas (arrasto manual) como na zona pelágica (arrasto por embarcação) e o material foi fixado e feita a identificação dos organismos. Simultaneamente, foi feita a caracterização dos bancos de macrófitas presentes (composição), a medição in situ dos parâmetros físico-químicos da água, coleta de amostras para análise da concentração de nutrientes químicos (totais e dissolvidos) e clorofila a, obtenção de dados de pluviosidade, nível da água e tempo de retenção. Atualmente está sendo iniciada a análise detalhada da dieta de todos os peixes coletados, incluindo a avaliação da disponibilidade de recursos (fito e zooplâncton) (Feitosa, tese de doutorado e andamento; presente proposta de IC). A determinação da dieta será feita através de observações sob lupa/microscópio dos conteúdos estomacais. Amostras de zooplâncton e de fitoplâncton, obtidas simultaneamente à coleta dos peixes, serão analisadas para auxiliar na identificação dos itens consumidos e avaliação de seletividade alimentar (Feitosa, tese de doutorado e andamento). O trabalho de iniciação científica proposto tem como objetivo caracterizar os hábitos alimentares da espécie de Perciforme Satanoperca pappaterra (Heckel, 1840) e de Characiforme Serrapinnus notomelas (Eigenmann, 1915). Para tanto foi selecionado um lote de 124 exemplares, proveniente de coletas realizadas em 4 lagoas marginais e canal principal da porção superior do reservatório de Rosana em dois períodos do ano (verão/2004 e inverno/2006). A identificação dos itens presentes na dieta, principalmente dos organismos zooplanctônicos, será feita no menor nível taxonômico possível.