Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do deplecionamento induzido do reservatorio de salto grande, rio paranapanema (sp/pr) sobre as assembleias de microcrustaceos (cladocera e copeoda) de duas lagoas marginais.

Processo: 07/03015-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Marcos Gomes Nogueira
Beneficiário:Jose Roberto Debastiani Júnior
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Limnologia   Copepoda   Cladocera   Reservatórios   Zooplâncton

Resumo

A presente proposta faz parte de um estudo mais amplo sobre a análise limnológica comparativa dos reservatórios de Chavantes e Salto Grande, localizados no rio Paranapanema (SP/PR). No caso do reservatório de Salto Grande, desde 2004 tem sido realizado um manejo operacional pela empresa de geração elétrica, que consiste em um brusco rebaixamento de nível do reservatório no período de estiagem a fim de controlar a biomassa excessiva de macrófitas aquáticas submersas (Egeria densa). A presença dos bancos de macrófitas causa problemas de entupimento das grades de proteção junto à tomada de água para as turbinas, e também é motivo de reclamação por parte da população local por comprometer as atividades de recreação. Na região superior do reservatório há duas lagoas marginais, Pedra Branca e Guaritá, permanentemente conectadas ao corpo de água principal. Estudos prévios, e atividades como a pesca amadora e profissional, demonstram que tais ambientes são de grande importância para a manutenção da diversidade biológica do sistema. Durante o processo de deplecionamento ocorre a redução significativa do volume de água das lagoas, levando à condições químicas e bioquímicas mais redutoras, e desconexão total (Pedra Branca) ou parcial (Guaritá) das mesmas. A fim de avaliar o impacto deste procedimento operacional foi feito um estudo limnológico com amostragens mensais nas lagoas, de abril/2005 a julho/2006, incluindo os períodos pré e pós deplecionamento. Adicionalmente, amostragens intensivas (nictemerais) foram realizadas durante o período de depleção (11/12; 18/19 e 24/25 de agosto) e também um mês após o retorno ao nível normal de água (29 e 30 de setembro). O objetivo desta iniciação científica é analisar as possíveis mudanças na estrutura (composição, riqueza, abundância e diversidade específicas) das assembléias zooplanctônicas (Copepoda e Cladocera) e sua relação com as alterações nas condições limnológicas decorrentes da variação de nível. Para a análise do zooplâncton foram amostrados 150 litros de água da superfície de cada uma das lagoas (região limnética), com auxílio de balde graduado. Simultaneamente, foram medidas as seguintes variáveis: temperatura da água, pH, oxigênio dissolvido, condutividade elétrica, transparência da água, turbidez, material em suspensão (total, frações orgânica e inorgânica) e concentração de clorofila a. Estudos simultâneos sobre o efeito do deplecionamento em outras comunidades (macroinvertebrados bentônicos e peixes) encontram-se em andamento.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DEBASTIANI-JUNIOR, JOSE ROBERTO; NOGUEIRA, MARCOS GOMES. How water level management affects cladoceran assemblages in lakes lateral to a reservoir. MARINE AND FRESHWATER RESEARCH, v. 67, n. 12, p. 1853-1861, 2016. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.