Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de dentifrícios com pH neutro ou acidulado, contendo agentes desensibilizantes e/ou flúor, na prevenção da erosão associada à abrasão do esmalte bovino

Processo: 09/15385-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Marília Afonso Rabelo Buzalaf
Beneficiário:Lia Guimarães Montagnolli
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Bioquímica   Erosão dentária   Dentifrícios   Flúor   Esmalte dentário

Resumo

O objetivo desde estudo será investigar o efeito protetor de dentifrícios experimentais, contendo agente desensibilizante e flúor, com pH reduzido, na erosão associada à abrasão do esmalte bovino. O estudo in vitro será realizado utilizando-se blocos de esmalte bovino (n=20/grupo) que serão expostos a quatro ciclos de des-remineralização, associados à abrasão por escovação em máquina automática. O estudo será composto de acordo com o agente ativo presente no dentifrício: dentifrício contendo agente desensibilizante, dentifrício fluoretado (1100 ppmF, como NaF) ou combinação de ambos. Os agentes desensibilizantes a serem testados são: cloreto de estrôncio (SrCl2 a 10%), citrato de potássio (KCit a 5%) e nitrato de potássio (KNO3 a 5%). Cada dentifrício a ser testado ainda será formulado com pH neutro (7,0) ou acidulado (4,5). Serão adicionados mais dois grupos, representados por dentifrício placebo (controle negativo) e padrão ouro (Crest®, controle positivo). Os blocos de esmalte serão padronizados pela microdureza superficial e submetidos a quatro regimes de des-remineralização. A desmineralização será provocada por um refrigerante tipo cola (5 min) e a remineralização em saliva artificial (55 min). Entre as repetições de ciclagem de pH, os blocos serão escovados, utilizando-se máquina de escovação automática e solução do dentifrício testado (3 g dentifrício/10 mL água), durante 30 s. Será analisado o desgaste (µm) por meio de perfilometria e os dados serão analisados por ANOVA a dois critérios (p<0,05).