Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito de um dentifrício com 5000 ppm de flúor sobre a erosão associada ou não a abrasão dentária: um estudo in situ/ex vivo

Processo: 06/04628-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 30 de novembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Marília Afonso Rabelo Buzalaf
Beneficiário:Renata Ocon Braga Polo
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Abrasão dentária   Erosão dentária   In situ   Flúor   Bioquímica

Resumo

Este projeto tem como objetivo estudar o efeito de uma alta concentração de flúor presente no dentifrício (5.000 ppm) sobre a erosão associada ou não a abrasão do esmalte dentário in situ/ ex vivo. Para tal, 10 voluntários adultos, previamente selecionados, utilizarão um aparelho palatino com 4 blocos de esmalte bovino (4x4mm) divididos em 2 fileiras correspondentes à: erosão provocada por um refrigerante a base de cola (ERO) e erosão + abrasão imediata pela escovação (ERO+ABR). Durante 3 fases (F) experimentais cruzadas com duração de 7 dias cada, os voluntários utilizarão um dos tipos de dentifrício: sem flúor (placebo - P), com 1.100 ppm de F da marca Crest® (C) e com 5.000 ppm de F da marca Duraphat® (D). Os dentifrícios serão utilizados para a realização da higiene bucal e também para o experimento. Os voluntários provocarão erosão nos blocos de esmalte através da imersão do aparelho na bebida, 4x/dia, por 5 min. Durante este período, o voluntário deverá escovar seus dentes com o mesmo dentifrício que será aplicado nos blocos. Na seqüência, na fileira ERO e ERO+ABR gotejarão uma solução de dentifrício (1:3), sendo que cada bloco receberá 3 gotas. Em seguida na fileira ERO+ABR, os voluntários escovarão os blocos realizando 15 movimentos de vaivém. Ao finalizar o tempo, o aparelho retornará a boca e por fim, receberá apenas um bochecho com 10 mL de água da torneira (0,7 ppm F). A alteração do esmalte será avaliada através da microdureza de superfície e da perfilometria (desgaste). Os dados serão submetidos a analise estatística (p < 0,05).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RIOS, DANIELA; MAGALHAES, ANA CAROLINA; BRAGA POLO, RENATA OCON; WIEGAND, ANNETTE; ATTIN, THOMAS; RABELO BUZALAF, MARILIA AFONSO. The efficacy of a highly concentrated fluoride dentifrice on bovine enamel subjected to erosion and abrasion. JOURNAL OF THE AMERICAN DENTAL ASSOCIATION, v. 139, n. 12, p. 1652-1656, DEC 2008. Citações Web of Science: 40.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.