Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso da unha como indicador da exposição aguda ao flúor

Processo: 00/01174-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2000
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Marília Afonso Rabelo Buzalaf
Beneficiário:Myrna Maria Linardi
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Fêmur   Fluorose dentária   Flúor   Ratos   Sangue

Resumo

O uso clínico do flúor em termos de prevenção de cárie dental é indiscutível, mas a exposição excessiva a ele durante o período de formação dos dentes pode levar à fluorose dental, o que implica na necessidade do controle da ingestão. Como biomarcadores para a exposição ao flúor têm sido empregados plasma, saliva dos duetos e urina para exposições agudas, e osso, dentina e mais recentemente unha, para exposições crônicas. O objetivo deste projeto será avaliar a viabilidade de se usar unhas como indicadores da exposição aguda ao flúor. Sete grupos de ratos contendo 20 animais cada um receberão, por via gástrica, doses únicas de flúor de 10, 25, 35, 45, 60, 75 e 90 mg/Kg de peso, sendo que o grupo controle receberá água Milli-Q. 60 minutos após administração de flúor, os ratos serão anestesiados, seu sangue, a base de suas unhas e seus fêmures serão analisados quanto à concentração de flúor. As análises de flúor, no caso das unhas 6 do sangue serão feitas depois da difusão facilitada por HMDS, utilizando-se o eletrodo Orion 96-09, acoplado ao Orion EA-940. No caso do fêmur, será analisado o flúor solúvel em ácido removido por biópsia da superfície óssea. Os dados obtidos serão analisados por ANOVA. (AU)