Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de defloculantes orgânicos em substituição aos defloculantes a base de silicato de sódio para massas de cerâmica artística e de mesa

Processo: 02/03274-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2002
Vigência (Término): 30 de junho de 2004
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Elson Longo da Silva
Beneficiário:Arnaldo Carlos Morelli
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14324-0 - Multidisciplinary Center for Development of Ceramic Materials, AP.CEPID

Resumo

O objetivo deste projeto é desenvolver defloculantes orgânicos que possam atender as especificações tecnológicas exigidas por materiais empregados em cerâmica artística e de mesa. Atualmente as empresas de cerâmica artística no Brasil trabalham com defloculantes à base de silicato de sódio que causam problemas de manchas provocadas pela deposição do silicato na superfície das peças esmaltadas, o que implica em grandes perdas de produto final. Pequenas variações nas quantidades de silicato de sódio, implicam em descontrole das propriedades reológicas das massas, como perda de tixotropia, decantação de materiais não plásticos, floculação, mudanças no pH, etc. Para sanar tais problemas propõe-se o desenvolvimento de defloculantes orgânicos, pois estes defloculantes quando queimados volatilizam junto com os demais produtos constantes da massa cerâmica, como material orgânico constituinte das argilas, água e voláteis. (AU)