Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da aranha bromelícola Psecas SP. (Salticidae) sobre a estrutura da comunidade de artrópodes aquáticos em Aechmea lingulata (Bromeliaceae)

Processo: 08/10899-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2008
Vigência (Término): 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:Gustavo Quevedo Romero
Beneficiário:Rafaela Marques Machado
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/13658-5 - Associações entre aranhas e plantas: história natural, interações multitróficas e mutualismos, AP.JP

Resumo

As bromélias apresentam uma complexa arquitetura em forma de roseta que possibilita o acúmulo de água nas axilas, formando micro-ecossistemas que comportam diversas espécies de invertebrados terrestres e aquáticos. Muitas aranhas vivem exclusivamente associadas a bromélias e podem ser bons modelos de predadores para testar efeitos da predação na dinâmica e estrutura de comunidades de invertebrados aquáticos nestes fitotelmatas. Neste trabalho pretendemos testar os efeitos da aranha bromelícola Psecas sp. (Salticidae) sobre a comunidade de artrópodes aquáticos que compõem a fauna associada ao fitotelmata da bromélia Aechmea lingulata. Aqui responderemos as seguintes questões: 1) a aranha Psecas sp. afeta a riqueza, abundância e composição de artrópodes aquáticos associados ao fitotelamata de A. lingulata? 2) quais grupos taxonômicos são afetados e quais não são afetados pela presença das aranhas? Realizaremos este estudo na restinga do Parque Estadual Paulo César Vinha, Guarapari - ES, na zona de "Formação Aberta de Clusia". Usaremos 40 plantas de A. lingulata, organizadas em pares (blocos); uma das plantas do par receberá uma aranha e a outra será usada como controle (sem aranha). Após 40 dias de experimento coletaremos os artrópodes aquáticos presentes no fitotelmata de todas as bromélias. Este estudo fornecerá subsídios para maior compreensão da estrutura e dinâmica trófica de comunidades de fitotelmatas, bem como para funcionamento destes micro-ecossistemas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.