Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização dos isótopos estáveis de carbono na detecção de adulteração de refrigerantes de uva

Processo: 04/07058-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2004
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Waldemar Gastoni Venturini Filho
Beneficiário:Aline Graziele da Silva Pereira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Uva   Bebidas   Refrigerantes   Carbono   Isótopos

Resumo

O objetivo do presente trabalho será verificar a existência de adulteração em refrigerantes de uva, através da metodologia dos isótopos estáveis do carbono. Sob esta óptica, pretende-se verificar se os refrigerantes de uva comercializados no mercado brasileiro estão em conformidade com os padrões de identidade e qualidade, segundo a legislação brasileira. Primeiro, será feita análise isotópica (d13C) do suco natural de uva, do suco concentrado de uva, do açúcar de cana e dos aditivos principais (acidulante, corante e conservante). Em seguida, será fabricado um refrigerante em laboratório que servirá de padrão. Depois serão analisadas as marcas de refrigerantes de uva e confrontadas com a amostra padrão. A técnica usada para a quantificação de açúcar de cana na bebida de uva será a da diluição isotópica do enriquecimento relativo natural da razão 13C/12C no açúcar da bebida. Todas as amostras que passarem pela análise isotópica passarão também por análises físico químicas. (AU)