Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterizacao da regulacao da expressao genica de uvscrad51 de aspergillus nidulans.

Processo: 06/56416-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Gustavo Henrique Goldman
Beneficiário:Ana Cristina Colabardini
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Aspergillus nidulans

Resumo

Ao longo da vida de uma célula o genoma é constantemente agredido por inúmeros fatores, que são endógenos ou exógenos. Entre eles estão as espécies reativas do oxigênio (ROS), o colapso da forquilha de replicação, a radiação ionizante (IR), a luz ultravioleta (UV) e substâncias químicas. A resposta ao dano ao DNA é um mecanismo protetor que assegura a integridade do genoma. A incapacidade de responder apropriadamente aos danos causados ao DNA pode levar à interrupção do ciclo celular ou à morte celular. A perda de informação genética ou o acúmulo de mutações conduz à instabilidade genética, resultando no desenvolvimento do câncer. Em células eucarióticas, o reparo do DNA danificado e a manutenção da integridade do genoma dependem freqüentemente da recombinação homóloga, responsável pelo reparo da quebra da dupla fita (DSB), a forma mais severa de dano ao DNA. O gene uvsC, homólogo a RAD51 em A. nidulans, desempenha um papel essencial nesse processo à medida que se liga a seqüências homólogas e catalisa a troca das fitas, formando uma hélice que circunda a fita simples de DNA, seguida pela interação em uma sinapse com o homólogo doador, permitindo a reconstrução de todas as porções perdidas. Nesse estudo, A. nidulans será usado como um sistema modelo para a caracterização genética da resposta celular ao dano ao DNA através da caracterização dos fatores transcricionais responsáveis pela ativação da expressão do gene uvsCRAD51. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: