Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificacao de genes mais expressos na fase leveduriforme patogenica do paracoccidioides brasiliensis, utilizando-se a tecnica do microarray.

Processo: 02/10095-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2003
Vigência (Término): 31 de agosto de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Gustavo Henrique Goldman
Beneficiário:Márcia Eliana da Silva Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Auxílio(s) vinculado(s):03/10668-7 - Identificação de genes mais expressos na fase leveduriforme patogênica do Paracoccidioides brasiliensis, utilizando-se a técnica do microarrays, AP.PRIM
Assunto(s):Paracoccidioides brasiliensis   Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos

Resumo

O paracoccidioides brasiliensis é o agente causador da micose sistêmica mais prevalente na américa latina, a paracoccidioidomicose. A patogenicidade deste fungo parece estar intimamente relacionada à transição dimórfica, pois linhagens de P. Brasiliensis, que são incapazes de se transformar em leveduras, não são virulentas. Portanto, escurecer os mecanismos envolvidos na transição morfológica do P. Brasiliensis e essencial para a compreensão da patogenicidade bem como do estabelecimento da infecção e doença. Para que isto seja possível, é necessária a identificação dos genes expressos na fase de levedura do P. Brasiliensis. No presente projeto, a técnica de "microarrays" será utilizada para analisar a seqüência parcial de 4692 genes expressos do P. Brasiliensis, recentemente seqüenciados por este laboratório. Deste modo, será possível investigar mudanças na expressão, evidenciando transcritos mais expressos em ambas as formas (micelial saprófita e leveduri forme patogênica) de P. Brasiliensis. Os genes preferencialmente expressos na fase leveduri forme, isolados a partir desta técnica, serão confirmados utilizando-se a técnica de RT-PCR em tempo real. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)