Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo da composição das partículas ambientais depositadas e retidas nos pulmões e linfonodos hilares pulmonares de pacientes da região de São José do Rio Preto, em relação aos pacientes de são p..

Processo: 06/03384-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2006
Vigência (Término): 30 de setembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Patricia Maluf Cury
Beneficiário:Luís Gustavo Palhiari Duarte
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Patologia   Queima de biomassa   Poluição   Material particulado   Antracose

Resumo

ResumoA poluição atmosférica está presente em grandes centros urbanos, representada principalmente pelo material particulado (MP), o qual é constituído por uma mistura de partículas sólidas ou líquidas suspensas no ar. Assim, um estudo da composição dos poluentes encontrados no tecido pulmonar com lesão e comparando com o sítio urbano que o indivíduo vive, sendo em local industrial ou com alta densidade de tráfego podemos identificar qual a partícula responsável pelas alterações pulmonares.Vários estudos nacionais e internacionais associaram a variação da poluição atmosférica com a variação das taxas de doenças respiratórias e cardíacas, sendo que qualquer aumento dos níveis de MP atmosféricos leva a um aumento do numero de internações e óbitos. Em estudos recentes foi demonstrado que uma exposição maior a essas partículas leva também a uma maior retenção destas partículas no pulmão, apoiando a hipótese de que o grau de antracose pulmonar está relacionado à quantidade de poluição que aquele indivíduo foi exposto.O material particulado decorrente da combustão de biomassa é o poluente que apresenta maior toxicidade e que tem sido mais estudado. Ele é constituído em seu maior percentual (94%) por partículas finas e ultrafinas, ou seja, partículas que atingem as porções mais profundas do sistema respiratório, transpõem a barreira epitelial, atingem o interstício pulmonar e são responsáveis pelo desencadeamento do processo inflamatório.A Região Administrativa de São José do Rio Preto é considerada uma região tradicional de cultivo de cana-de-açúcar, com uma área de cana-de-açúcar, na safra 2004/05, de aproximadamente 303.173 ha. Aproximadamente 80% da área total é queimada nos seis meses de pré-colheita.Não existem muitos estudos em regiões mais distantes dos grandes centros urbanos, onde a queima de biomassa é o principal agente de poluição. Procuraremos identificar os componentes solúveis aderidos ao material particulado e depositados nos pulmões e transportados para linfonodos hilares e até mesmo para outros órgãos. Desta forma o projeto tem como finalidade, comparar os achados do estudo já aprovado pela FAPESP (Projeto Multiusuário do Prof. Dr. Paulo Hilário Nascimento Saldiva, processo 2004/08926-0), em material de necropsia, com os encontrados na população de São José do Rio Preto, onde a queima de biomassa apresenta características diferentes de poluição em relação ao encontrado na região de São Paulo.