Busca avançada
Ano de início
Entree

Screening de linhagens de basidiomicetos tolerantes à alta salinidade e estudos do efeito dessa salinidade sobre a produção de enzimas ligninolíticas e na degradação de herbicida pelos fungos

Processo: 08/00581-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Eleni Gomes
Beneficiário:Ricardo Luis Morisugi Arakaki
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Basidiomycota

Resumo

Os basidiomicetos ligninolíticos constituem os fungos da podridão branca. Eles são capazes de degradar lignina, um polímero presente na parede celular dos vegetais e altamente recalcitrante. O sistema enzimático empregado na degradação da lignina é extracelular e não específico, do qual as principais enzimas envolvidas nesse processo são a lignina peroxidase, a manganês peroxidase e a lacase. As características desse sistema enzimático tornam possível o seu emprego na degradação de compostos xenobióticos de estrutura semelhante à da lignina, como os hidrocarbonetos aromáticos policíclicos e clorados, corantes têxteis e pesticidas. Outra aplicação desse sistema é na produção de polpa de papel e no seu branqueamento. Vários fatores interferem nesse sistema, como composição e condição do meio de cultura, concentração de nitrogênio e carbono, pH e outros. O efeito da salinidade na produção de enzimas ligninolíticas por basidiomicetos terrestres não é muito conhecido. Alguns poucos estudos mostram esses efeitos e a maioria deles com fungos isolados de ambientes salinos, como regiões de mangue. Desse modo, esse projeto visa o estudo da interferência da salinidade na produção de ligninases em meio líquido agitado e avaliar a atividade dessas enzimas. Outro objetivo será analisar a habilidade desse sistema na degradação de herbicida nas condições a serem estudadas e a possibilidade de sua aplicação na biorremediação de ambientes contaminados por petróleo.