Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de pectinases fúngicas por fermentação semi-sólida de resíduos agrícolas

Processo: 02/03450-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2002
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Eleni Gomes
Beneficiário:Natalia Martin
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Resíduos agrícolas   Fermentação em estado sólido   Fungos

Resumo

A aplicação de pectinases em processos industriais, como processamento de sucos de frutas e vegetais para a produção de sucos, pastas e purês, na produção de fibras têxteis a partir do linho, e na preservação da madeira, tem crescido consideravelmente, justificando o interesse pela produção comercial das mesmas. A produção de pectinases microbianas pode ser induzida pela presença de substâncias pécticas no meio de cultivo, o que pode levar a um aumento considerável da produção. Por outro lado, a busca de compostos indutores de fácil disponibilidade e baixo custo tem sido a temática de inúmeros trabalhos de pesquisa, inclusive do nosso grupo. Em vista disso, o presente projeto tem por objetivos avaliar aspectos da produção de pectinases pelos fungos Penicillium sp e Moniella sp através de fermentação em estado sólido utilizando como substrato, misturas de bagaço de cana-de-açúcar, bagaço de laranja e farelo de trigo, assim como caracterizar as enzimas produzidas quanto as suas propriedades físico-químicas. Pretende-se ainda, estudar a ação dessas enzimas no processo de extração de sucos de legumes e vegetais. (AU)