Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos cardiovasculares e eletrocardiográficos da metadona e morfina em cães anestesiados com infusão contínua de propofol

Processo: 08/00835-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2008
Vigência (Término): 30 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Celina Tie Nishimori Duque
Beneficiário:Priscila Pavini Cintra
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Anestesiologia veterinária   Morfina   Cães   Metadona

Resumo

A anestesia total intravenosa é uma técnica anestésica que vem sendo empregada com maior freqüência na prática clínica da Anestesiologia Veterinária. Sendo assim, busca-se aprimorar o conhecimento de fármacos a fim de se obter novas técnicas e associações que sejam seguras, no intuito de manter a estabilidade cardiovascular e respiratória do paciente durante o procedimento anestésico.Nesse sentido, o propofol é um hipnótico de curta duração de uso exclusivamente intravenoso, comumente empregado para indução e manutenção da anestesia em cães, pois promove inconsciência de maneira rápida, tranqüila e segura em animais saudáveis, com mínimo efeito cumulativo. Entretanto, não é um bom analgésico, sendo comum associá-lo a outros agentes que confiram analgesia. A metadona é um opióide sintético agonista m (OP3), mas que possui também afinidade adicional aos receptores N-metil-D-aspartato (NMDA) e a-2 adrenérgicos. Possui efeito analgésico farmacologicamente semelhante à morfina. Tem-se utilizado como medicação pré-anestésica em combinação com tranqüilizantes ou sedativos para produzir sedação profunda, ou ainda no período perioperatório em cães, gatos e cavalos. Existem poucas informações disponíveis referentes aos efeitos da administração da metadona como analgésico, bem como adjuvante na anestesia com propofol, em cães. Assim, diante do exposto, considerou-se pertinente avaliar os efeitos cardiovasculares e eletrocardiográficos da metadona com relação à morfina, em cães anestesiados com infusão contínua de propofol.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.