Busca avançada
Ano de início
Entree

Características físicas da Baía de Santos e do sistema de canais estuarinos santos-bertioga (SP)

Processo: 04/14437-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Física
Pesquisador responsável:Luiz Bruner de Miranda
Beneficiário:Michael Robinson Martins dos Santos
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Correntes

Resumo

O sistema estuarino de Santos-São Vicente-Bertioga recebe águas da plataforma continental (canal de Bertioga) e através da Baía de Santos. A descarga fluvial que dilui imensuravelmente a água do mar é proveniente de vários rios com nascentes na vertente marítima da Serra do Mar, os quais transportam altas concentrações de sedimentos e substâncias em suspensão que são depositados nos manguezais e canais estuarinos. Neste contexto de estudo das interações entre o continente e o mar, serão levantados os mecanismos físicos que possibilitam o transporte e a troca de substâncias naturais e antrópicas bem como a deposição de sedimentos. Para as medidas de velocidade da corrente e de propriedades hidrográficas quase simultâneas serão utilizados equipamentos acústicos (Acoustic Doppler Current Profiler-ADCP) e CTD's Falmouth. Os dados hidrográficos e os componentes de velocidade serão interpolados e extrapolados em termos de profundidades dimensionais e adimensionais e extrapoladas até o fundo submarino. Os vetores velocidade da corrente, medidos através de seções transversais nos canais de Santos e Bertioga e na entrada da Baía de Santos serão decompostos em componentes ortogonais e transversais às seções para o cálculo do transporte de volume. Os perfis verticais das propriedades hidrográficas (S.T) serão utilizados para caracterização do ambiente, em apoio às demais atividades (biológica, química, geológica e pesca). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.