Busca avançada
Ano de início
Entree

Manufatura informada colaborativa: a rede epc como base da manufatura colaborativa.

Processo: 07/50202-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2007
Vigência (Término): 21 de janeiro de 2009
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica
Pesquisador responsável:José Reinaldo Silva
Beneficiário:José Jean-Paul Z S Tavares
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

Muito se tem especulado sobre a Rede EPC, ou Código Eletrônico de Produtos, porém, pouco ou nada se obteve de resultados significativos frente aos investimentos necessários. Isso se decorre do fato da Rede EPC ser apresentada como uma mera substituta do código de barras pela Identificação por Rádio Freqüência, ao invés de ser abordada como parte de uma solução integrada. Esse trabalho pretende integrar a Rede EPC à manufatura colaborativa, propiciando o retomo do investimento esperado por todos. A abordagem a ser utilizada está relacionada com o conceito de Manufatura Informada, onde se separa claramente a observação da tomada de decisão, além de estruturar os dados no momento da captura, propiciando a identificação da informação automática, ou seja, AUTO INFOID. Nesse projeto de pesquisa, pretende-se acrescentar um modelo distribuído de manufatura, de forma a atender à ênfase colaborativa. Há de se destacar que a colaboração deve ser tratada interna e externamente à corporação. A partir dessa premissa, faz-se necessário uma infra-estrutura de informação que trate as diversas ontologias a serem envolvidas, desde o chão-de-fábrica até o nível estratégico, fornecedores e clientes. Sendo assim, é preciso integrar ao padrão existente uma linguagem específica para informações dos processos, no caso o PSL ("Process Specification Language"), uma infra-estrutura que oriente, automaticamente, o uso das informações nas atividades e processos subseqüentes, um sistema multi-agente; bem como que a identificação da informação do produto seja redundante para que a cada processo ou atividade executada, sejam registradas as chaves de informação relevantes, de forma que toda a cadeia de suprimentos possa usufruir dessas informações. Como resultado do projeto ter-se-á os requisitos da Infra-estrutura para Manufatura Informada Colaborativa, ou "Collaborative Informed Manufacturing Framework” (CIMf). (AU)