Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão da "heat shock protein 70" no fígado de ratos submetidos a hepatectomia a 70% e esplenectomia

Processo: 08/53986-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2008
Vigência (Término): 30 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Fabio Pinatel Lopasso
Beneficiário:Juliane Pedrosa Requena
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Regeneração hepática   Estudos experimentais   Ratos   Inflamação   Hepatectomia

Resumo

Poucos estudos experimentais avaliam a resposta inflamatória no tecido hepático em regeneração, após hepatectomia, Protéinas chamadas Chaperonas não participam diretamente na resposta inflamatórias mas atuam protegendo as proteínas intracelulares, evitando interações incorretas entre estas, protegendo seu dobramento e sua conformação tridimensional. Elas são classificadas de acordo com seu peso molecular (kD) em famílias: HSP27, HSP47, HSP70, HSP90 e HSP110 e podem ser constitutivas ou induzíveis. As proteínas HSP90 e HSP60 são constitutivas. A HSP70 e a HSP27, além de serem constitutivas, também são induzíveis por estresses como calor, estresse oxidativo, isquemia, etc. Alguns estudos têm demonstrado que após a esplenectomia ocorre diminuição da infiltração neutrofílica hepática, diminuindo a agressão ao fígado (menores níveis de AST e ALT) (Ito, Ozasa et al. 2005). Isto ocorreria por dois mecanismos principais: menor Influxo sanguíneo portal, com diminuição do retorno venoso esplâncnico ao fígado e conseqüente menor lesão endotelial; e por menor migração neutrofílica advinda do baço, com menor produção de radicais livres e menor resposta inflamatória (Tomikawa, Hashizume et al. 1996; Glanemann, Eipel et al. 2005). A hemodinâmica do sistema portal exerce, portanto, papel importante no processo de regeneração hepática. (Davies, Yates et al. 1997), (Xu, Man et al. 2006). A resposta inflamatória necessária para a ativação da replicação celular no fígado poderia então ser atenuada pelo menor influxo de sangue ao fígado e pelo menor número de neutrófilos circulantes. Em havendo supostamente menor resposta inflamatória, estaria a expressão tecidual da HSP70 diminuída? Os objetivos são: Primário: avaliar as a expressão da HSP70 em tecido hepático de animais submetidos a hepatectomia a 70% e esplenectomia. Secundário: estabelecer possíveis correlações entre a expressão da HSP70 e os critérios histopatológicos da inflamação em curso durante o período inicial da regeneração. (AU)