Busca avançada
Ano de início
Entree

Quantidade e qualidade da matéria orgânica do solo na sucessão floresta-pastagens, em Rondônia

Processo: 99/12165-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2000
Vigência (Término): 15 de outubro de 2001
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Adolpho José Melfi
Beneficiário:Maria da Conceição Santana Carvalho
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa (PRO-PESQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Solo florestal   Amazônia   Pastagens   Matéria orgânica do solo   Degradação de biomassa   Nitrogênio   Mudança climática

Resumo

Este projeto se propõe a estudar a dinâmica da matéria orgânica do solo (MOS) quando uma vegetação típica de floresta tropical é substituída por uma vegetação de pastagem, sob os aspectos quantitativo e qualitativo. Indicadores paralelos, como a mineralização do carbono (C) orgânico em agregados, intactos e após a sua destruição, e a natureza química dos resíduos vegetais depositados, serão também investigados. Para atingir este objetivo, pretende-se realizar as seguintes metas específicas: i) quantificar os estoques de carbono e nitrogênio e avaliar a contribuição 1 relativa do C derivado da pastagem nas diferentes frações da MOS, baseado na abundância natural do 13C; ii) determinar as alterações na qualidade da MOS através da análise de suas diferentes frações com técnicas químicas e espectroscópicas; iii) estimar as taxas de deposição e decomposição da liteira na pastagem; iv) avaliar se existe diferença na qualidade dos resíduos vegetais (liteira e raízes) na floresta e nas pastagens e qual a influência na qualidade da MOS; v) avaliar a existência de um possível mecanismo de proteção física da matéria orgânica em agregados do solo nos dois ecossistemas, através da determinação da "fração leve" entre e intra-agregados e da mineralização do C com incubação de agregados intactos e destruídos. (AU)