Busca avançada
Ano de início
Entree

"atividade microbiana da serapilheira e do solo em plantio de Eucalyptus grandis e Acacia mangium"

Processo: 10/09940-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Elke Jurandy Bran Nogueira Cardoso
Beneficiário:Aline Fernandes Figueiredo
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Serrapilheira   Solos   Biomassa microbiana   Microbiologia do solo

Resumo

O risco de perdas de nutrientes, principalmente N e P, são elevados em solos sob plantio monoespecífico de eucalipto. O N e P são elementos essenciais para o desenvolvimento da planta, sendo limitantes para tal. Formas de P em solos tropicais intemperizados estão muitas vezes indisponíveis para as plantas, assim como o N que, no caso de plantios de árvores de crescimento rápido, como o eucalipto, é reduzido com sucessivas rotações. Soma-se ainda a pouca resposta de cultivos de eucalipto à fertilização, assim como o alto custo desta aplicação, inviabilizando muito a plantação e a manutenção destas áreas. Neste contexto, visando melhorias para contornar ou reverter este problema, vêm sendo estabelecidos plantios mistos de eucaliptos com leguminosas arbóreas fixadoras de N, a fim de melhorar os teores de N e P no solo. Tal mistura pode levar a melhorias na ciclagem biogeoquímica e saúde do solo, no qual os micro-organismos estão diretamente ligados. Neste estudo, a leguminosa selecionada (Acacia mangium) vem apresentando bom desenvolvimento em consórcios com eucalipto. O estudo da modulação imposta por este consórcio sobre a diversidade e atividade de micro-organismos no solo se faz necessária a fim de obter maiores informações sobre a saúde do solo e ciclagem biogeoquímica de nutrientes, sendo o compartimento serapilheira-solo de vital importância para tal processo. Além disso, tais informações podem favorecer formas de manejo mais adequadas, visando à sustentabilidade ambiental. Sendo assim, o presente estudo visa avaliar as diferenças entre a biomassa, atividade e grupos funcionais de micro-organismos da serapilheira e do solo em áreas de plantio de E. grandis, A. mangium e consorciados de E. grandis e A. mangium.