Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da expressão de RECK no controle da invasão de melanoma: estudo em monocamadas e pele artificial

Processo: 10/50157-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 06 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Silvya Stuchi Maria-Engler
Beneficiário:Carla Abdo Brohem
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Matriz extracelular   Metaloproteinases da matriz   Melanoma   Pele artificial

Resumo

Os melanomas apresentam extrema quimioresistência e pior prognóstico, com uma taxa de sobrevida de 6 meses, portanto, novas estratégias terapêuticas são necessárias. O gene RECK é expresso em diversos tecidos humanos normais, porém, sua expressão é reprimida durante a transformação celular, uma vez que a expressão deste gene não foi detectada em inúmeras linhagens tumorais analisadas nos primeiros trabalhos sobre este gene. Estudos posteriores demonstram a correlação inversa entre a expressão de RECK e MMPs, e a sua relação com invasividade e mobilidade celular, em linhagens tumorais. Nosso laboratório tem explorado o gene RECK em diversos tumores, como gliomas e carcinomas cervicais uterinos (Sasahara et al., 2002; da Silva Cardeal et al., 2006; Corrêa et al., 2006 e 2010). Além disso, contamos com modelos que reorganizam ó microambiente tumoral in vitro, uma ferramenta valiosa, onde reconstruímos a pele ou estratos teciduais, e simulamos a invasão tumoral na derme cultivando esta estrutura com células de melanoma. Objetivamos, portanto, avaliar os efeitos de RECK em linhagens de melanomas metastáticos humanos quando em monocamadas ou em modelo de pele artificial a fim de avaliar parâmetros envolvidos em migração e invasão celular. Sendo assim, devido à importância deste gene e a falta de marcadores na progressão do melanoma, bem como a ineficiência dos tratamentos vigentes, propomos a avaliação da expressão de RECK como um possível marcador em melanomas, e também a sua importância na invasão e progressão tumoral, podendo ser utilizado futuramente em terapias gênicas para o tratamento de melanomas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa::
Pele de laboratório 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BROHEM, CARLA A.; MASSARO, RENATO R.; TIAGO, MANOELA; MARINHO, CAMILA E.; JASIULIONIS, MIRIAM G.; DE ALMEIDA, REBECA L.; RIVELLI, DIOGO P.; ALBUQUERQUE, RENATA C.; DE OLIVEIRA, TIAGO F.; DE MELO LOUREIRO, ANA P.; OKADA, SABRINA; SOENGAS, MARIA S.; DE MORAES BARROS, SILVIA B.; MARIA-ENGLER, SILVYA S. Proteasome inhibition and ROS generation by 4-nerolidylcatechol induces melanoma cell death. PIGMENT CELL & MELANOMA RESEARCH, v. 25, n. 3, p. 354-369, MAY 2012. Citações Web of Science: 27.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.