Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da refrigeração de um material adesivo autocondicionante na adaptação e formação de prolongamentos resinosos (tags), na superfície do esmalte dental

Processo: 02/09541-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2002
Vigência (Término): 30 de novembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Renato Herman Sundfeld
Beneficiário:Adriana Maria Jorge Dal Acqua da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Esmalte dentário   Adesivos dentinários   Refrigeração

Resumo

Esta pesquisa laboratorial/microscópica tem como objetivo avaliar, em esmalte dental, o poder de adaptação e de penetração de um sistema adesivo autocondicionante, quando armazenado em diferentes condições de temperatura. Serão formados três grupos de estudo, com 10 espécimes cada, nos quais os espécimes do Grupo I receberão a aplicação dos materiais adesivos à temperatura ambiente (25°C), os do Grupo II serão restaurados 30 minutos após a remoção dos materiais adesivos do refrigerador (25°C), enquanto os do Grupo III serão restaurados imediatamente após a retirada dos materiais do refrigerador (6°C). Após as aplicações dos materiais resinosos, cada espécime será cortado em 5 fatias dentais, de aproximadamente 200μm de espessura cada, para em seguida serem desgastados com lixas de óxido de alumínio até espessura de 100μm. Os cortes por desgaste de cada secção serão analisados, quanto a adaptação do material adesivo do esmalte dental e fotografados em aumento de 100X, sob luz polarizada acoplada em microscópio óptico comum AXIOPHOT (ZEISS) A seguir, o corte por desgaste de cada espécime será descalcificado em ácido nítrico a 40%, imersos em água destilada e montados em lâmina de vidro e recobertos por uma lamínula de vidro, sendo suas bordas vedadas em bálsamo do Canadá (QUELL). As projeções resinosas (Tags) serão mensuradas e fotografadas em um fotomicroscópio AXIOPHOT (ZEISS), em aumento de 400X, com auxílio de uma ocular micrométrica 40/075. Após a coleta dos resultados os mesmos serão submetidos à Análise Estatística, ou seja, à Análise de Variância a três critérios, ao nível de 5%, com aplicação do teste de Tukey, ao nível de 5%, quando na presença de significância entre os grupos de estudo. Destacando, na oportunidade, que a interface de adesão esmalte/material adesivo e prolongamentos resinosos formados serão consideravelmente, evidenciados pela aplicação do programa computacional Corel Photo Draw. (AU)