Busca avançada
Ano de início
Entree

Chuva de sementes em uma floresta tropical montana do Planalto Paulista

Processo: 02/09823-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2003
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Luciana Ferreira Alves
Beneficiário:Mariana Brando Balázs da Costa Faria
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:99/05123-4 - Conservação da biodiversidade em paisagens fragmentadas no Planalto Atlântico de São Paulo (Brasil), AP.BTA.TEM
Assunto(s):Florestas tropicais   Mata Atlântica   Fenologia   Dispersão de sementes   Riqueza de espécies

Resumo

O presente trabalho tem como objetivos: a) caracterizar a chuva de sementes de uma floresta tropical quanto à riqueza e abundância de espécies, e sua composição florística; b) determinar o padrão temporal da chuva de sementes; c) classificar as espécies amostradas quanto à síndrome de dispersão; d) comparar a composição da chuva de sementes com a comunidade de plântulas estabelecidas. Este estudo está sendo realizado na Reserva Florestal do Morro Grande, Cotia, SP (23º35'S, 23º50'S; 46º45'W, 47º15'W; 850-1100 m de altitude), desde março de 2002. A coleta de dados é feita mensalmente em três áreas da Reserva (A, B e C), onde estão distribuídos, em cada uma delas, 25 coletores de sementes. Além disso, observações qualitativas de espécies arbóreas/arbustivas em frutificação ao redor dos coletores, em cada uma das áreas, são feitas mensalmente para caracterizar o padrão de frutificação da comunidade local. Os resultados até agora obtidos mostram que uma das áreas (B) apresentou maior peso seco de material vegetal e peso médio de sementes quando comparada às demais. Quanto à síndrome de dispersão, as áreas A e B apresentaram maior número de espécies zoocórias, enquanto que a área C apresentou, em sua maioria, espécies anemocóricas, devido à enorme presença de lianas. (AU)