Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos dos mecanismos de controle do desenvolvimento de doenças autoimunes por infecções parasitárias em modelos murinos

Processo: 01/14101-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2002
Vigência (Término): 11 de setembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunoquímica
Pesquisador responsável:Luiz Vicente Rizzo
Beneficiário:Carlos Eduardo Tadokoro
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/11205-0 - Avaliação imunológica em uveites: estudo da resposta imune e da inflamação em um órgão imunoprivilegiado, AP.TEM
Assunto(s):Citocinas   Linfócitos T reguladores   Toxoplasma gondii   Trypanosoma cruzi

Resumo

Entre os modelos murinos de doenças autoimunes estão a Encefalomielite Autoimune Experimental (EAE) e a Uveíte Autoimune Experimental (EAU), modelos para a Esclerose Múltipla e para as Uveítes Autoimunes Humanas. Dois fatores são fundamentais para o desenvolvimento das doenças autoimunes humanas: o patrimônio genético dos indivíduos e o meio ambiente em que se encontram. Por exemplo, sabe-se que a prevalência das doenças autoimunes é inversamente proporcional à incidência de infecções parasitárias. Portanto, no modelo murino, podemos estudar como estas infecções parasitarias modulam o desenvolvimento das doenças autoimunes. Resultados preliminares sugerem que animais imunizados para desenvolvimento da EAE e infectados com T. cruzi não apresentavam sintomas da doença auto-imune, por um mecanismo que envolvia a produção de IL-10 de Óxido Nítrico. Neste projeto, pretendemos avaliar a freqüência de células regulatórias após a infecção com T. cruzi nestes animais, o efeito da infecção com T.gondii sobre o desenvolvimento da EAE e da EAU e se a imunização com antígenos dos parasitas pode ser útil no controle das auto-imunidades. (AU)