Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapeamento ultradelhado do solo da área de Assis destinada ao projeto Diversidade, dinâmica e conservação em florestas do estado de São Paulo: 10ha de parcela permanente

Processo: 02/04095-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2002
Vigência (Término): 30 de junho de 2003
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Pablo Vidal Torrado
Beneficiário:Marilia Neubern Libardi
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:99/09635-0 - Diversidade, dinâmica e conservação de árvores em florestas do estado de São Paulo: estudos em parcelas permanentes, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Análise do solo   Mapeamento do solo   Cerrado   Assis (SP)

Resumo

O projeto será desenvolvido na Estação Ecológica de Assis, que representa uma das quatro formações florestais do Estado de São Paulo: o Cerrado. Nessa área vão ser alocadas 256 sub-parcelas permanentes em 100m2, numa parcela maior de 320x320m, totalizando 10,24ha de área amostrada. A parcela maior vai ser alocada usando imagens geradas com videografia multiespectral. Em cada área amostrada será feita a caracterização detalhada do solo com amostragens em três profundidades em cada ponto. Nas manchas representativas de cada unidade de mapeamento serão abertas trincheiras para a coleta de amostras dos perfis modais (que irão definir as unidades taxonômicas), e estas serão conduzidas ao laboratório onde serão feitas as análises química e granulométrica. No mapa de solos, as classes ou unidades de mapeamento serão definidas por características morfogenéticas seguindo o Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (EMBRAPA 1999) As unidades taxonômicas serão relacionadas a sistemas internacionais (FAO 1998, Soil Survey Staff 1999). (AU)