Busca avançada
Ano de início
Entree

Violência física e sexual na vida íntima e familiar: fatores relevantes para saúde mental, sexual e reprodutiva

Processo: 09/11534-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Ivan França Junior
Beneficiário:Carlos Mendes Tavares
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Violência por parceiro íntimo   Delitos sexuais   Saúde sexual e reprodutiva

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo estimar a associação entre formas de violência física e sexual contra homens e mulheres (violência por parceiro íntimo e abuso sexual na infância) e desfechos de saúde (abuso de álcool, uso da camisinha na última relação sexual e ter parceiro sexual nos últimos 12 meses). O estudo do tipo transversal integra um maior, intitulado "Comportamento Sexual e Percepções da População Brasileira sobre HIV/Aids", realizado em 2005. Coletou-se informações demográficas, socioeconômicas, sobre sexualidade, violência e de saúde em amostra representativa da população urbana brasileira (5.040, sendo 2.298 homens e 2.742 mulheres de 16 a 65 anos). As exposições à violência física e sexual foram coletadas valendo-se de instrumentos oriundos do estudo multipaíses da OMS. A análise dos resultados será realizada com o software estatístico STATA 10. Será realizada análise descritiva dos dados com medidas de tendência central e dispersão. Para variáveis qualitativas serão calculadas as freqüências absolutas e relativas. Para as diferenças entre as variáveis será realizada análise inferencial, por meio de testes de diferença entre médias (paramétricos ou não-paramétricos) e proporções (qui-quadrado ou exato de Fisher). A magnitude da associação entre violência e saúde sexual e reprodutiva será estimada por meio de análise de regressão logística múltipla. A avaliação da associação será feita pelo acompanhamento da mudança na razão de chances das formas de violência física e sexual, à medida que se faz o ajuste por co-variáveis de potencial confundimento. O nível de significância adotado será de 5%. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)