Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de matrizes poliméricas para liberação de probióticos na cavidade bucal

Processo: 09/09762-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2009
Vigência (Término): 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Carmen Sílvia Fávaro Trindade
Beneficiário:Riana Jordão Barrozo Heinemann
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil

Resumo

Estudos recentes atribuem a microrganismos probióticos a possibilidade de atuação de forma positiva na microbiota bucal prevenindo cáries, processos inflamatórios e mau hálito. Na maioria desses estudos, os probióticos foram veiculados em alimentos fermentados, mas, estes produtos sempre esbarram na questão de aceitação sensorial e dificuldade do consumo continuado para o efeito desejado. Por isso, buscando formas alternativas e inovadoras de veicular probióticos, este trabalho busca desenvolver matrizes poliméricas na forma de biofilmes contendo probióticos que sejam capazes de liberar lentamente os microrganismos na boca com possíveis efeitos positivos na saúde bucal. Assim, diferentes matrizes poliméricas serão testadas para definição da composição ideal em função da sua dissolução em saliva artificial a temperatura de 36°C. Com a definição das formulações adequadas para a matriz, será avaliada a sobrevivência de microrganismos probióticos ao processo de preparo. Estas matrizes serão caracterizadas quanto a sua espessura, higroscopicidade, cor e brilho e sua vida de prateleira será determinada por 120 dias em condições controladas, de forma a garantir a viabilidade dos microrganismos. Em seguida será realizado um teste in vitro para determinar a cinética de liberação dos probióticos em saliva artificial. Os resultados serão submetidos à análise de variância para a verificação de diferenças estatisticamente significativas. Espera-se obter um veículo inovador, que confira proteção, possibilidade de liberação controlada na boca, e que seja uma alternativa para facilitar a aplicação de probióticos com o uso continuado. Todo o trabalho será realizado nas dependências do Departamento de Engenharia de Alimentos da FZEA/USP, com a colaboração de diferentes docentes especialistas em probióticos e produção de biofilmes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HEINEMANN, RIANA J. B.; CARVALHO, ROSEMARY A.; FAVARO-TRINDADE, CARMEN S. Orally disintegrating film (ODF) for delivery of probiotics in the oral cavity - Development of a novel product for oral health. INNOVATIVE FOOD SCIENCE & EMERGING TECHNOLOGIES, v. 19, p. 227-232, JUL 2013. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.

Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

MATRIZ POLIMÉRICA E FILME DE DISSOLUÇÃO ORAL PARA A LIBERAÇÃO DE MICROORGANISMOS PROBIÓTICOS NA CAVIDADE BUCAL PI1104837-9 - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) ; Universidade de São Paulo (USP) ; Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) . Carmen Silvia Favaro Trindade; Rosemary Aparecida Carvalho; Riana Jordão Barrozo Heinemann; Pedro Luiz Rosalen - 03 de novembro de 2011

 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.